Conectar-se

Esqueci minha senha

Últimos assuntos

» Spy Emergency 9.0.305.0
Ter Out 29, 2013 9:59 am por noguche

» (Jogo) O que te lembra esta palavra ?
Sab Abr 28, 2012 2:53 am por Nexus

» Proximos bonecos do Grand chase (Idéia)
Sab Abr 28, 2012 2:48 am por Nexus

» Ola pessoal!!!
Qua Jun 22, 2011 12:31 pm por 'Apple~

» Sign Warcraft avaliem
Sab Jun 04, 2011 11:49 am por -Viper

» Criando Asa level 3
Qui Jun 02, 2011 6:00 am por Nexus

» Entrega para BRUNO ;)
Dom Maio 29, 2011 3:09 pm por Nexus

» Estudos Gerais
Dom Maio 29, 2011 2:43 pm por вrυทσ

» Jogo do 1 até 2000
Dom Maio 29, 2011 2:39 pm por вrυทσ

Parceiros

Nosso Banner

Caso queira adicionar nosso banner em seu fórum aqui está

    Consumidor sente o bolso pesar em seis de sete capitais no início de maio

    Compartilhe

    Convidad
    Convidado

    Consumidor sente o bolso pesar em seis de sete capitais no início de maio

    Mensagem por Convidad em Qui Maio 12, 2011 6:59 am

    Os mineiros sentiram um aperto no bolso na abertura deste mês. Os preços na capital, Belo Horizonte, sofreram uma alta de 1,32% na primeira semana de maio – muito acima do 0,97% registrado no fim de abril, segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira (10) pela FGV (Fundação Getulio Vargas).

    O IPC-S (Índice de Preços ao Consumidor Semanal) na capital mineira foi pressionado pelas altas nos preços nos grupos alimentação e habitação. Em seguida vem Recife, com alta de 1% (acima do visto no fim de abril), devido aos aumentos nos grupos habitação e despesas diversas.

    Porto Alegre também registrou preços mais altos: na capital gaúcha, o índice ficou em 0,85%, pressionado pelos aumentos dos alimentos e nos gastos com educação, leitura e recreação. Em Salvador, os gastos com habitação e despesas diversas ficaram mais altos, o que elevou o índice para 0,97%.

    Em São Paulo, o paulistano sentiu o orçamento apertar um pouco mais, com as altas nos preços de roupas, frutas e nos serviços profissionais para reparos de residência. O índice ficou em 0,97%. No Rio de Janeiro, o indicador ficou em 1,18% (contra 1,14% no fim de abril), devido à pressão das roupas e dos alimentos.

    A exceção foi Brasília, onde houve desaceleração, com destaque para os efeitos do ritmo menor de alta dos preços das roupas e dos gastos com saúde e cuidados pessoais.

    Fonte: http://estudosgerais.forumeiros.com/t21-consumidor-sente-o-bolso-pesar-em-seis-de-sete-capitais-no-inicio-de-maio

      Data/hora atual: Seg Dez 10, 2018 6:30 am